cmrmc

cmrmc

sábado, 1 de abril de 2017

Agenda Mensal - Abril / 2017


Programação Centro da Música Carioca - Abril 2017

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca
(21) 3238-3831

Tardes de Choro Sábados 16h ________________________
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Dia 1/04Novos Chorões
Ronaldo Rodrigues (bandolim), Jeferson Souza (flauta), Adriano Palma (violão de 7 cordas), Giovane Nobre (cavaquinho) e Felipe Lelis (pandeiro).
Com um repertório variado, o conjunto revisita grandes mestres do gênero, do mais tradicional, os considerados alicerces do choro como Pixinguinha, Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga, Jacob do Bandolim, passando por compositores que deixaram fortes marcas como o grande maestro Radamés Gnatalli, até chegar aos representantes atuais como Eduardo Neves, Paulo Sá, Laércio de Freitas entre outros, trazendo à tona obras de grande valor estético e cultural.

Dia 8/04Marcus Garrett e Regional - Tributo ao Bandolim Brasileiro.
O show será uma homenagem aos compositores bandolinistas do choro, tais como Jacob do Bandolim, Juventino Maciel, Luperce Miranda, Rossini Ferreira, Cincinato Simões, Joel Nascimento e Pedro Amorim. Clássicos do choro como, Noites Cariocas de Jacob do Bandolim, estarão presentes no repertório, assim como outras músicas menos tocadas no âmbito do choro. A formação instrumental será composta por um quarteto: bandolim, violão 7 cordas, cavaquinho e pandeiro.

Dia 15/04 – Duo Patrick Angello e Rafael Mallmith
Violonistas e compositores, Patrick e Rafael apresentam um repertório dedicado a peças compostas especialmente para o instrumento, além de clássicos do violão como Dilermando Reis, Garoto e João Pernambuco, apresentam compositores da nova geração como João Camarero e autorais.

Dia 22/04 Quinteto Levanta a Poeira
Lucas Porto (violão de 7 cordas), Bernardo Diniz (cavaquinho), Rodrigo Milek (clarinete e clarone), Diego Terra (sax tenor e soprano) e Anderson Balbueno (percussão).
O grupo é um quinteto instrumental com repertório dedicado ao choro. Fundado em 2015, teve origem na roda Choro da Glória, que desde o ano anterior reúne diversos de seus músicos no tradicional bairro homônimo do Rio de Janeiro.

Dia 29/04 Conjunto Grapiúna
Fernando Mattoso (violão 7 cordas), Marcos Tannuri (cavaquinho), Nelson Léo (pandeiro) e Pablo Abdelhay (flauta transversa).
Atualmente o conjunto mantém ativa sua roda de choro no bairro do Humaitá, onde se apresenta há 1 ano, reunindo um público diversificado e músicos do meio que dão as tradicionais canjas, deixando as apresentações sempre mais ricas.
Sem deixar de lado o espírito das rodas, o grupo também se dedica a apresentações mais formais, para as quais são feitos arranjos bem trabalhados contando com a experiência e conhecimento de seus músicos. Explorando toda a riqueza e complexidade do gênero.

Clássicos Domingos 11h ______________________________
Dia 2/04Marcos Louzada, Harold Emert e João Carlos Assis Brasil
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Marcos Louzada (tenor), Harold Emert (oboé) e João Carlos Assis Brasil (piano)
No repertório M. Ravel, Fauré, Bruyère, Claude Debussy, Henri Duparc, Antônio Carlos Jobim e Harold Emert.

Dia 9/04 – Duo Rodrigo Couras e André Figueiredo em Canções Napolitanas
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Dono de colorido e potência vocais marcantes, o tenor Lírico Spinto carioca André Figueiredo iniciou seus estudos de canto com Maria Helena Bezzi e o tenor Alfredo Colósimo, e é atualmente orientado pelo tenor Eduardo Álvares
Rodrigo Couras é carioca diplomado bacharel em piano pela UFRJ, com especialização da Ecole Normale de Musique de Paris Alfred Cortot. Como mestres teve: Henri Barda, Sonia Goulart, Andrés Roig, Josivé Candido, Claudio Vettori, Glauco Batista, Hilda Sequeira e Angelina Geraud. Morou em Paris de 2006 à 2014. Trabalhou como pianista acompanhador com as sopranos Sasha Verner, Bernadette Mercier e Betina Maliska, dando concertos na França e na Alemanha.

Dia 16/04Adriana Ballesté e Fernanda Pereira
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
As violinistas apresentam um repertório de solos e duo. Como solistas atuam há um longo tempo tocando no Brasil e no exterior. Em 2015 formaram um duo que prestigia a música brasileira para violão e tem se apresentado com sucesso em diversos locais. Em 2016, Adriana Ballesté lançou o CD, Chuva no Mar, “uma importante contribuição para a história do violão brasileiro”, na opinião do compositor e violonista Marco Pereira. O CD com composições do século XX para violão, brasileiras em sua maioria, conta com a participação especial da violonista Fernanda Pereira em 4 faixas.

Dia 23/04Fernanda Canaud, Marco de Pinna, Harold Emert, Carlos Schroetr e Eber de Freitas
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Fernanda Canaud (piano), Marco de Pinna (bandolim), Harold Emert (oboé), Carlos Schroetr (flauta) e Eber de Freitas (pandeiro).
No programa obras de Pixinguinha, Ernesto Nazareth, Radamés Gnattali, Jacob do Bandolin, Hermeto Pascoal, Waldyr Azevedo, Patápio Silva, Callado, Zequinha de Abreu, Chiquinha Gonzaga e Eduardo Soutto.

Dia 30/04Quartessência
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O Quartessência fa uma homenagem especial aos compositores brasileiros que dedicaram obras para a formação de quarteto de saxofones, nos dois últimos séculos. Entre eles: Liduino Pitombeira, Victor Assis Brasil, Lucas Porto e Douglas Braga. O espetáculo faz ainda um passeio musical sobre os diversos gêneros musicais brasileiros, passando por compositores como: Anacleto de Medeiros, Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga, Maurício Carrilho e Egberto Gismonti.

Domingo das crianças 16h _____________________________
Dia 2/04Millor apresenta Homem-banda
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Neste espetáculo, o multi-instrumentista apresenta uma rica variedade sonora e musical. Numa crescente evolução, chega a executar simultaneamente até sete instrumentos musicais: sanfona 8 baixos, gaita, tambor, caixa, timbal, prato, agogô e reco-reco, somado a outros adereços sonoros como guizos, gungas, kazu, apitos e buzinas. Dessa forma, interpreta e mantém viva a tradicional e milenar arte circense do homem-banda.
O músico, além de tocar todos esses instrumentos, desafia-se a fazer isso de uma forma inusitada: jogando malabares (bolas e claves) ao mesmo tempo. A interação com o público ocorre através de jogos musicais de perguntas e respostas, adivinhações, além da participação com palmas e cantos.
O repertório apresenta músicas de diferentes estilos e regiões do país, passando por ritmos como MPB, rock, baião, samba, cantigas de roda, calangos, entre outros.

Dia 9/04Tituninho apresenta Quatro Estações
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O musical acontece com uma conversa da boneca Lili, e o cantor Tituninho, a dupla aborda sobre a importância das quatro estações, de uma forma lúdica. Com músicas de adivinhar, o espetáculo passa por cada estação, aguçando a capacidade de imaginação das crianças.

Dia 16/04Edmilson Santini apresenta De Machado a Gonzagão – Uma Viagem em Cordel
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Tambores e maracás marcam no pé o inicio desta viagem, que logo desemboca no Velho-Chico, que a seguir deságua na figura de Santos Dumont, que mira e vê à sua frente um balão se mover, e que num piscar de luz se revela bem mais pesado que o ar, voando além de Paris. Pegando a deixa no ar, Machado de Assis lá vai: Pé no chão, Cuca na Lua, desce o Morro do Livramento... No Meio do caminho, toma o Trem de Oswaldo Cruz rumo ao Norte do País... Cruza o Cabo da Boa Esperança, Onde Muita História Cabe... Até ancorar em Terras de Assaré, onde Patativa e Gonzagão dão novo tom ao Canto do Carcará. O encerramento – desta Viagem em Cordel – se dará por conta da presença do público, que entoará refrão sugerido (ou pedido) pelo narrador, autor da história.

Dia 23/04Marcelo Serralva apresenta Malamalenga
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Show de música autoral e de conteúdo educativo, comandado pelo músico e educador musical Marcelo Serralva, apresenta temas como sustentabilidade, água, meio ambiente, cidadania, respeito às diferenças, inclusão e muito mais.

Dia 30/04Gustavo Barros apresenta O Último Arco-Íris
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Show musical sobre a preservação da natureza, que conta a história de Ofélia, uma linda borboleta que mora na floresta encantada. Ofélia enfrentará várias aventuras para proteger o último arco-íris, que está muito enfraquecido e corre o risco de desaparecer.


Dia 1/04 – sábado – 19h30 – Rosa Marya Colin In Blues – Participação especial de Jefferson Gonçalves
Ingresso: inteira R$ 30,00 / meia: R$ 15,00
Rosa Marya (voz), Jefferson Gonçalves (gaita), Samir Aranha (contrabaixo), Eduardo Ponti (guitarra) Flavinho Santos (bateria).
Rosa Marya Colin, passeia por diversos sucessos que marcaram a sua trajetória, dá uma repaginada em diversas músicas e se apresenta com toques de modernidade, mas sem esquecer suas raízes. Cantora de voz rouca, Rosa ficou conhecida do grande público através de sua gravação da música “Califórnia Dreaming”, canta por prazer, e isto a fez uma das mais respeitadas artistas de seu tempo.
No repertório: Nina Simone, Etta James, The Band, BB King, Koko Taylor, Elvis, Rolling Stones, Luther Allison, Dire Straits, entre outros.

Dia 5/04 – quarta-feira – 19h30 – Moringando
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Manu Santos (voz), Aldo Rodrigues (bateria), Luiz Américo (violino), André Calçada (tecladista) e Oscar Reis (contrabaixo).
Durante um bate-papo entre velhos amigos, nasceu a ideia de montar um show para comemoração dos 100 anos do samba, após uma longa relação de lindos sambas, o grupo apresenta 18 composições inesquecíveis.
No repertório, Moringando e Manu Santos, interpretam: O sol nascerá, Folhas secas, Vatapá e Na subida do morro.
Manu Santos foi vencedora da mostra de talentos do Carioca da Gema, já atuou com Oswaldo Montenegro e dividiu palco com grandes nomes, como: Alcione e Moacyr Luz.

Dia 6/04 – quinta-feira – 19h30 – Eduardo Guedes – Insight (Participação especial: Carlos Malta)
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O álbum pode ser classificado como Jazz Moderno, ou Brazilian Jazz, ou Jazz Contemporâneo. Dedicada a vários gêneros e bem conhecida dos frequentadores das apresentações do Allbrazz, a exuberância da performance técnica individual do guitarrista se evidencia neste álbum. A escolha foi fazer música, apresentar novas composições e ter total liberdade para tocá-las.

Dia 7/04 – sexta-feira – 19h30Nave de Prata
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Numa trajetória caracterizada por lembrar em vários momentos o lirismo do rock mineiro, o escracho do pop 80, a melancolia rural dos anos 70, a banda é considerada contemporânea, apesar de se inspirar no passado, porém com olhos firmados no futuro, sem perder a qualidade musical. No show, além de suas composições, apresentará também novas releituras de canções do famoso movimento cultural, Clube da Esquina, trazendo no seu novo show clássicos de Milton Nascimento, Lô Borges, Beto Guedes, 14 Bis, entre outros.

Dia 8/04 – sábado – 19h30 – Dan Torres em “Respect The Classics”
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Dan Torres (voz), Ricardo Marins (guitarra) e PH Castanheira (baixo).
O cantor e compositor britânico Dan Torres fará uma apresentação inédita, cantando clássicos da música internacional e sucessos que o consagrou, como as versões dos clássicos “Lucy In The Sky With Diamonds”, ouvida na abertura da novela Império (2014), que rendeu ao cantor o prêmio de Melhor Música de Novela do ano, além de "Blowin’ In The Wind”, da trilha sonora da novela Sete Vidas (2015).
O público irá se encantar com os hits “Voodoo Child” (Jimi Hendrix), "Come Together" (The Beatles), "Billie Jean" (Michael Jackson). Dan Torres apresentará seu single "Everything is Changing", que entrou na trilha sonora do filme "S.O.S – Mulheres ao Mar 2", além de sucessos de sua carreira solo, comemorando seus 13 anos no Brasil.

Dia 12/04 – quarta-feira – 19h30 – Gisa Pithan apresenta No Meio do Mundo
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Gisa Pithan (voz e violão), Cláudio Serva (baixo) e Mike Will (percussão).
A cantora e compositora gaúcha Gisa Pithan, interpreta canções consagradas da MPB. Gisa ainda brinda o público com suas canções autorias como "Farinha do Mesmo Saco", "Não Queira Saber a Hora", "E o Que Mais?", entre muitas outras, que fazem parte de dois trabalhos gravados ao longo de mais de 20 anos de carreira. No repertório, a artista apresenta diversas releituras inusitadas e divertidas de canções como "Pescador de Ilusões" (O Rappa), "Ouro de Tolo" (Raul Seixas), "Canudinho"(Ratto), dentre outros.

Dia 13/04 – quinta-feira – 19h30 – Massimbaque
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Danilo Guinu (bateria), Pedro Guinu (teclados), Alexandre Berreldi (contrabaixo) e Leo Justen (guitarra)
O quarteto Massimbaque surgiu do desejo de fazer música instrumental com o pé no Brasil e a cabeça no mundo. Raiz brasileira misturada com elementos do jazz contemporâneo, pop, rock, música árabe e africana.
No show, o quarteto apresenta releituras de temas como Vento Bravo (Tom Jobim /Edu Lobo) e Sete Coqueiros (Djavan), além de músicas autorais como Chorando Pitanga disponível em vídeo no Youtube. O quarteto conta com as participações especiais da cantora Thais Motta e o saxofonista e flautista Breno Hirata.

Dia 14/04sexta-feira – 19h30 – Banda Gente
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O show traz músicas já conhecidas de seu repertório como Cólera e Samba do Trem, mais poesias instrumentalizadas e as músicas inéditas que compõem o novo álbum #SomostodosSilva. Esse lançamento promete um clima vigoroso e cheio de energia, sem dispensar o gingado e o balanço num estilo batizado de Rock Popular Brasileiro (RPB).

Dia 15/04sábado – 19h30 – Renata Celidonio Canta Fossa Nova
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Renata cresceu sentindo um imenso prazer em cantar as dores de Maysa, Dolores, Vinicius, Chico, Elis e Tom.
Com direção artística de Cris Fraga e direção musical de Priscilla Azevedo, o show traz alguns dos maiores clássicos da “dor-de-cotovelo” com arranjos inusitados, além de cinco músicas inéditas do compositor/autor/diretor baiano Gil Vicente Tavares (entre elas, dois poemas – Castro Alves e Florbela Espanca – musicados por ele).

Dia 19/04 – quarta-feira – 19h30 – Beto Caratori em Cantando Estórias
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O espetáculo será um apanhado de canções (choros, sambas, bossa-nova, boleros, marchas) de um repertório de trinta anos, com temáticas variadas, desde o drama mais profundo à comédia escrachada, crônicas urbanas e rurais com seus fatos inusitados, retratos do costume e cotidiano de épocas.

Dia 20/04 – quinta-feira – 19h30 – Choro Novo
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Abel Luiz (cavaquinho, bandolim, viola, violão), Marlon Mouzer (violão) e Reinaldo Pestana (bateria, percussão)
Espetáculo instrumental que apresenta a evolução do choro, sem perder a sua essência, como linguagem musical que “adquiriu” novos sotaques e recebe as influências sonoras dos participantes através de suas vivências musicais em outros estilos musicais como jazz, samba, forró.

Dia 21/04sexta-feira – 19h30 – Papagaio Sabido
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Criado em 2013, o Papagaio Sabido reúne as tribos do cancioneiro nacional e festeja a música brasileira levando o samba, chorinho e MPB ao público de forma única e irreverente. Formado por Alan de Deus, Diego Moreira, Guilherme Pimenta, Pedro Santos e Thiago Gama, o Papagaio Sabido projeta sua identidade na criação autoral enquanto reproduz grandes autores da cena popular reinventando o formato das rodas de samba. A mescla de cavaquinho, bandolim, violino e vocais refinadíssimos, reproduz sonoridade ímpar, conquistando público de todas as idades.

Dia 22/04sábado – 19h30 – Mulheres em Pixinguinha
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Neti Szpilman (voz), Daniela Spielmann (sax) e Sheila Zagury (piano).
O espetáculo se propõe a trazer ao público o querido músico, compositor e instrumentista através de sua obra, que foi vasculhada com uma lupa totalmente feminina e uma preocupação em observar, nas entrelinhas musicais, o que ainda não tinha sido visto. A proposta é mostrar a música de Pixinguinha sob o ponto de vista da mulher.

Dia 26/04 – quarta-feira – 19h30 – Nádia Maron em Bossa, Samba e Jazz
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Nádia Maron (voz e violão), Adauto Guerra (guitarra), Mauro Rocha (baixo), Riso Alcântara (bateria)
O show é um retrato de suas influências a Bossa Nova, a MPB sofisticada e o Jazz.
No roteiro: A Rã (João Donato e Caetano Veloso), Fotografia (Tom Jobim), Ela é Carioca (Tom e Vinícius), Água de beber (Tom e Vinícius), Balanço zona Sul (Tito Madi), A Rita (Chico Buarque), Morena Rosa (Dorival Cayme), Pra que chorar (Baden e Vinícius), Samba da Benção (Baden e Vinícius), O Morro não tem vez (Tom e Vinícius), Samba do Avião (Tom e Vinícius), o Afro Samba Berimbau (Baden e Vinícius) e ainda tem os Clássicos do Jazz: Cry me a River, As Time Goes By.

Dia 27/04 – quinta-feira – 19h30 – Luciano Maia e Gabriel Selvage em Balaio De Sons
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Luciano Maia (acordeon) e Gabriel Selvage (violão de 7 cordas).
No repertório, além de composições de autoria de Luciano e de Gabriel, “Nilopolitano” de Dominguinhos, “Dayanna” de Alessandro Penezzi, “Porá Demas” de Lucio Yanel, Nocturna de Julián Plaza e o clássico “Eu não existo sem você” de Tom Jobim e Vinícius de Moraes.

Dia 28/04sexta-feira – 19h30 – Bagunço
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
David Gonçalvez (guitarra, violão e voz), Mathias Mafort (saxofone soprano, tenor, flautas, pífano, pandeiro e zabumba), Clément Mombereau (trombone e oboé), Michel Moreaux (saxofone alto, pífano e gaita), Filipe Oliviera (bateria, pandeiro e voz), Daniel Pimenta (baixo e tuba), João Ribeiro (piano, keytar e voz), Luciano Gonçalvez (percussões, pandeiro e surdo).
A banda fa um som festivo. A música do Bagunço é um convite à improvisação e a uma viagem por diversos gêneros musicais brasileiros, somados a um groove afro-americano e a energia do rock e do jazz. Seja no palco, na rua ou em formato fanfarra, os músicos se colocam em cena e convocam o público a fazer parte do espetáculo.

Dia 29/04sábado – 19h30 – Gilson Peranzzetta e João Senise – Lançamento duplo dos CDs “Como Vinho” e “Influência do Jazz” (Participação especial: Áurea Martins)
Ingresso: inteira: R$ 30,00 / meia: R$ 15,00
Esse lançamento em conjunto promove um encontro de gerações, reunindo no mesmo palco Gilson Peranzzetta e João Senise, que tem como marca apresentar em seus shows música de qualidade, com repertório que privilegia o que há de melhor na música brasileira.
“Como um Vinho”, gravado ao vivo na Sala Cecília Meireles, no show comemorativo de 70 anos de vida do maestro, é o 51º de sua carreira e apresenta composições próprias, Cartola e Villa-Lobos.
“Influência do Jazz” é o quarto CD do cantor João Senise. Amante do jazz e da bossa-nova, Senise reuniu nesse trabalho 14 faixas que mostram o diálogo entre os dois estilos musicais. Gilson Peranzzetta assina a direção musical e arranjos.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Programação Centro da Música Carioca - Fevereiro 2017

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca
(21) 3238-3831

Manhãs de Carnaval – Sábado – 11h__________
Ingresso: R$ 1,00
4/02 – Pipoca e Guaraná
Com bom humor e figurinos descontraídos, o grupo combina clássicos da “telinha” e Carnaval ao fazer versões de trilhas sonoras de desenhos, jingles de comerciais e de programas de televisão em ritmos brasileiros. A fim de inserir manifestações musicais de outras regiões do país, o grupo traz no repertório um xote em homenagem à abertura do seriado Chaves, Aladdin em ritmo de baião, hits do Silvio Santos em versão marchinha, ciranda para relembrar uma canção de O Rei Leão e muitos outros sucessos.

11/02 – Bateria do Instituto TIM
Sob o comando do Mestre Mangueirinha, os jovens ritmistas da Bateria do Instituto TIM apresentarão o trabalho desenvolvido pelo grupo durante os quase sete anos de existência. A bateria é composta por crianças e jovens surdos e ouvintes, além de participantes portadores de outras deficiências. O show será uma grande festa percussiva e de inclusão, regada a batidas tradicionais das baterias cariocas e outros ritmos brasileiros. No repertório, clássicos do samba e as tradicionais marchinhas de carnaval.

18/02 – Fanfarra Black Clube
Com seu repertório variado, Fanfarra Black Clube passeia pela black music nacional e internacional, desde clássicos dos anos 70 até hits atuais, sempre com seus arranjos suingados e empolgantes.

Tardes de Samba – Sábado – 16h ____________
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
4/02 – Elaine Morgado e Ronaldo Malta
No repertório grandes canções e mestres do samba, Cordas de Aço (Cartola), As rosas não falam (Cartola), O mundo é um moinho (Cartola), Juizo Final (Nelson Cavaquinho e Elcio Soares), Folhas Secas (Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito), O samba da minha terra (Dorival Caymmi), Rosa Morena (Dorival Caymmi), Na linha do mar (Paulinho da Viola), Coração Leviano (Paulinho da Viola), Dança da solidão (Paulinho da Viola), A voz do morro (Zé Ketti), Aquarela Brasileira (Martinho da Vila), entre outras canções.

11/02 – Marcos Ozzelin apresenta Mestres do Samba
O cantor faz uma reverência aos grandes bambas do samba, Cartola, Noel, Caymmi, Candeia, Adoniran, Ary, Ismael, Martinho, Zé Ketti. No repertório “Preciso me encontrar” (Candeia), “O mundo é um moinho” (Cartola), “Conversa de Botequim” (Noel Rosa), “Vatapá” (Dorival Caymmi),”Alguém me avisou” (Dona Ivone Lara) “Saudosa Maloca” (Adoniran Barbosa) além de belos sambas gravados nos seus dois cds: “O Samba transcendental” e “Intersecção”.

18/02 – Izabella Bicalho e Trio
Izabella Bicalho (voz), João Callado (cavaco), Glauber Seixas (violão de 7 cordas) e André vercelino (percussão).
Conhecida nacionalmente por fazer parte do primeiro time de cantores de musicais do país, Izabella Bicalho – estrela dos espetáculos Gota D'água, Tim Maia, o Musical, Bilac Vê Estrelas e South American Way, dentre muitos outros – volta à cena com um projeto inédito, no qual interpreta, de forma única, pérolas do samba compostas por nomes como Chico Buarque (Gota D'água), Caetano Veloso (Desde Que o Samba É Samba), Herivelto Martins (Nega Manhosa), Hermínio Bello de Carvalho (Pressentimento), Ari Barroso (Na Batucada da Vida e Na Baixa do Sapateiro) e Vinícius de Moraes (Apelo), além de temas assinados por artistas contemporâneos, dentre eles, João Callado.

Clássicos Domingos____________________
Dia 5/02 – domingo – 11h – Duo de Violino e Cello
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Alejandro Aldana é Solista da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal de São Paulo e, nas temporadas de 2011 a 2015, atuou como Spalla da Orquestra Sinfônica Brasileira. Também já foi Spalla Associado da Orquestra da Ópera de Frankfurt e da Museumsorchester. Lisisane de Los Santos nasceu em Porto Alegre/RS e desde março de 2014 é concertino dos violoncelos da Orquestra Sinfônica Brasileira. Lisiane realizou inúmeros concertos em diversas formações camerísticas, recebendo orientações do renomado “Fauré Quartet”.
Neste duo de violino e violoncelo, Alejandro Aldana e Lisiane de los Santos vão mostrar algumas peças de compositores clássicos, como Beethoven e Vivaldi. O repertório também vai viajar por referências a suas origens. O maior compositor clássico brasileiro, Villa-Lobos, será lembrado com um choro. E já que Alejandro Aldana tem nacionalidade argentina (embora tenha nascido no Brasil), os tangos terão lugar de destaque, com as assinaturas de Villoldo e Carlos Gardel

Dia 12/02 – domingo – 11h – Duo Chorando a Dois (piano e clarineta)
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Nina Cardoso (piano) e Renato Reis (clarinete).
O duo surgiu do interesse de ambos em aprofundar suas práticas no mundo da música popular brasileira, mais especificamente do choro. O repertório do duo é formado por diversos clássicos do estilo, assim como por algumas composições não tão conhecidas pelo público em geral.

Dia 19/02 – domingo – 11h – Trio
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Fabricio Tenório (piano), Egon Donovan (guitarra) e Luiz de Urjaiss (bateria).
No repertório releituras de clássicos da bossa-nova, standards de jazz e composições de ícones da MPB - tais como Milton Nascimento, Ivan Lins, João Bosco, entre outros.

Domingo das crianças_________________
Dia 5/02 – domingo – 16h – Circo Macaco Prego em No Pé do Ouvido
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Trata-se de um show de música, brincadeiras cantadas, história teatralizada e circo, onde todos tocam e brincam junto com os artistas. O repertório contempla músicas tradicionais da infância em uma nova releitura, músicas autorais e cirandas. A história é guiada através das músicas autorais da banda "No Pé do Ouvido", como a música homônima que abre o show e conta como a banda saiu da lua e veio encontrar o Sr. Ravi, dono do circo para apresentar um novo espetáculo. O grupo também relembra músicas tradicionais da infância, como: Arca de Noé, Raul Seixas, Saltimbancos, Sítio do Picapau Amarelo, dentre outros.

Dia 12/02 – domingo – 16h – Grupo Mosaico em Mosaico de Histórias Cantadas
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Unindo a música instrumental com a narrativa oral, o grupo apresenta contos, aventuras, causos, sagas, canções e até umas “mentirinhas” de vez em quando para dividir com o nosso público essa arte milenar.
Desde 2008, o Grupo Mosaicos, idealizado por Luciana Zule e também composto por Maria Coelho e Rudi Garrido, realizam apresentações em bibliotecas, livrarias, escolas, projetos vinculados às prefeituras e importantes centro culturais como CCBB, Rede SESC, Instituto Moreira Salles, Centro Cultural Justiça Federal/RJ, Jardins do Museu da República, entre outros.

Dia 19/02 – domingo – 16h –  Grupo Samba Lelê em Baile de Carnaval Infantil
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Neste baile de carnaval infantil à fantasia, o Grupo Samba Lelê, anima a criançada com cantigas de roda em ritmo de samba, frevos, maracatus e fecha a festa com as tradicionais marchinhas de carnaval.
____________________________________________________

Dia 2/02 – quinta-feira – 19h30 – Lúdius
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Lemuel Araújo (saxofone), Marcos Espíndola (guitarra), Bruno Paulino (baixo) e Cláudio Nogueira (bateria).
Lúdius vem do latim e significa “instrumentista”, o que define bem a proposta do grupo, que surgiu em 2014. No repertório clássicos do jazz, blues, choro, samba, boleros, valsas e vários outros ritmos, com arranjos exclusivos, transitando por gêneros nacionais e internacionais.

Dia 3/02 – sexta-feira – 19h30 – Cartola de Noel
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O grupo presenteia o público com lindas canções daqueles que são referências na MPB, como Cartola, Noel Rosa, Nelson Cavaquinho, João Nogueira, entre outros. O show contará com a participação das cantoras Marion Duarte e Lu Fogaça.

Dia 4/02 – sábado – 19h30 – Dorina – Show de Lançamento do CD “Sambas de Aldir e Ouvir – ao vivo”
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O disco foi gravado ao vivo em 2016, no Teatro Municipal Ziembinski, em homenagem ao poeta, compositor, e como diz Dorina: — “Mestre Sala das Letras”, Aldir Blanc. Com 12 sambas em parcerias do homenageado com Clarisse Grova, Wilson das Neves, Moacyr Luz, Luiz Carlos da Vila, João Bosco, Cristóvão Bastos e Moyseis Marques, o disco chegou ao mercado fonográfico no início de 2017. No repertório, destaque para as inéditas “Saindo à Francesa”, composta pela dupla ‘Moa & Aldir’ com Luiz Carlos da Vila em homenagem ao saudoso Maurício Tapajós, e “Pretinho Básico”, composta especialmente para Dorina por Aldir Blanc e Moyseis Marques.

Dias 7, 14 e 21/02 – terças – 19h30 – 3ª  Mostra Estúdio Carioca
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00

A 3ª Mostra Estúdio Carioca tem como objetivo apresentar os trabalhos realizados dentro do projeto Estúdio Carioca em 2016.

Dia 8/02 – quarta-feira – 19h30 – Julieta Brandão em Viramundo
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
No show a cantora carioca apresenta seu primeiro disco, “Viramundo”, marcando seus dez anos de carreira. O repertório explora as diversas referências musicais da cantora, trazendo à memória os regionais da rádio, como nas faixas “Amor que Morreu”, de Nelson Cavaquinho, e o baião “Eta seu Mano”, de Heitor dos Prazeres, até a música tema “Viramundo”, de Gilberto Gil e Capinan. As raízes de além-mar também pontuam a obra com o lirismo lusitano do choro-xote “Caipira”, de Maurício Carrilho e André Lacerda.

Dia 9/02 – quinta-feira – 19h30 – Trio Júlio
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Magno Júlio (percussão) e os gêmeos: Marlon Júlio (violão 7 cordas) e Maycon Júlio (bandolim).
O Trio apresenta seu primeiro CD chamado “Minha Felicidade”, com repertório de músicas autorais e com arranjos próprios. “Minha Felicidade” mostra toda versatilidade na composição dos gêmeos e nos arranjos do Trio, fazendo um passeio por diversos gêneros como samba, choro, valsa, schottisch, frevo e baião.

Dia 10/02 – sexta-feira – 19h30 – Zanzibar
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Zanzibar é um grupo vocal carioca composto por seis vozes e percussão. Iniciou suas atividades em 2013, ano em que conquistou o prêmio de terceiro lugar no concurso nacional Brasil Vocal – CCBB, na categoria “Novos Grupos Vocais”.
A apresentação conta com um repertório variado e arranjos de André Miranda, André Protasio, Anna Coelho, Augusto Ordine, Jaques Morelenbaum e Zeca Rodrigues.

Dia 11/02 – sábado – 19h30 – Toque de Arte
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O grupo apresenta seu mais novo trabalho, o CD “Toque de Arte – 20 Anos – Ao Vivo”. Em seu repertório o grupo passeará por sambas tradicionais, por instrumentais clássicos, por sambalanços, por sambas-enredo e até pelo Pop Rock, mostrando um ecletismo real lapidado ao longo de vários anos de estrada.

Dia 15/02 – quarta-feira – 19h30 –  Sambastião canta Ataulfo Alves
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O grupo fará uma homenagem ao compositor Ataulfo Alves, um ícone da história negra e da MPB. Ataulfo é um personagem que, a partir de seu talento individual, trabalhou em coletividade com grandes nomes da música brasileira, autor de músicas inesquecíveis como “Ai que Saudades da Amélia”, “Atire a Primeira Pedra” (ambas em parceria com Mário Lago) e “Leva meu samba”, “Laranja Madura”, “Pois é”, “Mulata assanhada” entre outras canções que fazem parte do cenário do samba. A Roda do Sambastião também apresenta em seu repertório uma obra inédita do compositor em parceria com o inesquecível bandolinista Jacob do Bandolim chamada “Meu Lamento”.

Dia 16/02 – quinta-feira – 19h30 – Márcio Hulk
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Músico reconhecido mundialmente no samba e choro. Seu cavaquinho – e, algumas vezes o violão e o bandolim! – “escreve” como compositor e, também, como coautor algumas das mais belas histórias da música brasileira participando de gravações e fazendo parte da banda de artistas consagrados de nossa música como: Chico Buarque, Fundo de Quintal, Bezerra da Silva, Altamiro Carrilho, Paulo Moura, Beth Carvalho, Joel Nascimento, Martinho da Vila, Zeca Pagodinho, Ivan Lins, Leila Pinheiro, Elba Ramalho.
São mais de trinta e cinco anos de carreira dedicados à música popular e instrumental e ao cavaquinho, instrumento marcante na cultura brasileira.

Dia 17/02 – sexta-feira – 19h30 – Trem Violado
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Patrícia Bento (voz), Dudu Valdez (voz e violão), Allyson Alves (voz, violão de 12 cordas e viola), Igor Siqueira (flauta) e Carlos Rufino (percussão).
O desenvolvimento do show se dá através de uma intensa mistura rítmica, envolvendo diversos elementos de samba de roda, moda de viola, xote e baião e a harmonização vocal que remete ao universo das duplas sertanejas e do Clube da Esquina.
Paralelamente com as experiências rítmicas e a construção de um repertório de clássicos populares, o grupo faz questão de ser conhecido pelo seu trabalho autoral, que se amplia de forma promissora e é executado com propriedade através das letras, harmonias e melodias.

Dia 18/02 – sábado – 19h30 – Rildo Hora e Patrícia Hora – Participação Especial de Zé Carlos
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Após o lançamento do seu projeto autoral, Rildo começou a intercalar no repertório dos shows  seus sucessos como produtor e maestro. O resultando tem sido o melhor possível. Fica um espetáculo  descontraído, intercalado por virtuosos solos de gaita, suas músicas (“Os meninos da Mangueira”, Visgo de Jaca”) e uma sintonia perfeita com o público que com ele e Patrícia fazem coro para cantar – Martinho da Vila, Beth Carvalho, Zeca Pagodinho, Grupo Fundo de Quintal, Luiz Gonzaga, João Bosco, entre outros.

Dia 22/02 – quarta-feira – 19h30 –  Sarau dos Sambistas
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O show será uma grande homenagem as escolas de samba da Grande Tijuca: GRES Salgueiro, Unidos da Tijuca, Império da Tijuca e de Vila Isabel, com poesias enaltecendo cada agremiação citada. O evento contará com as participações de: Haroldo Cesar, Marcelo Bizar, Rodolfo Caruso, Kaju Filho, Onésio Meirelles, Valter Rodrigues e João de Abreu.

Dia 23/02 – quinta-feira – 19h30 – Rogério Guimarães apresenta Pés Descalços
Ingresso: inteira: R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Rogério Guimarães (guitarra e violão), Ronaldo Diamante (contrabaixo), Marco Tommaso (piano) e Gabriel Barbosa (bateria).
Show de lançamento do seu primeiro CD, “Pés Descalços”, com onze faixas instrumentais de temas essencialmente brasileiros. O disco apresenta um delicado e cuidadoso trabalho melódico, apoiado por ritmos como afoxé, samba, xote, bossa-nova, frevo e também salsa, bolero. O músico usa como fio condutor desse variado leque de ritmos, uma formação de quarteto de jazz com piano e baixo acústico, bateria, além da própria guitarra. Arranjos que privilegiam e exploram a força contagiante desses estilos, fazem da audição do disco uma experiência agradável, renovadora e empolgante.