cmrmc

cmrmc

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Show com Masé Sant' Anna



Masé Sant'Anna
Dia 18/08 - Quinta-feira - 19h30

Show “Essas mulheres brasileiras – O tom feminino na Canção” com MASÉ SANT' ANNA
Projeto idealizado pela cantora Masé Sant’Anna, o espetáculo é uma homenagem às compositoras Brasileiras e tem como alinhavo fragmentos de textos de algumas de nossas poetisas. Foi árduo descobrir e mais ainda colocar todas as compositoras no espetáculo, pois de onde mais se tirava mais se constatava que havia. Uma caixa de surpresas.
Num universo que vai de Gonzaga (Chiquinha) a Gadú (Maria) foram escolhidas as compositoras que mais produziram ao longo do início do século XX até os dias atuais.
Porém, todas serão citadas, de alguma forma; em “Sonho Meu”, da matriarca D. Ivone Lara, serão lembradas Leci Brandão, Ana Costa, Tereza Cristina e outras sambistas que certamente beberam desta valiosa fonte; Mart’nália/ Zélia Duncan (“Benditas”), Marisa Monte (“Palavras ao vento”) e Adriana Calcanhoto (“Esquadros”) foram as escolhidas para representar o vasto time de compositoras que surgiram na década de 80. As veteranas Maysa e Dolores Duran serão merecidamente homenageadas em novas leituras. A não tão veterana, nem tão moderna Joanna também está dentre as escolhidas, representando o importante rol de compositoras românticas do nosso cancioneiro. A irreverente Rita Lee não será tão obviamente lembrada por essa característica, seu humor picante, mas pela irreverência romântica na deliciosa “Shangrilá”. A belíssima “Mel poejo”, de Fátima Regina e Nei Lopes é bandeira das compositoras que são desconhecidas do grande público, mas que têm em suas gavetas obras muito valiosas, que merecem ser apresentadas. Nossa rica Lia de Itamaracá terá seu momento de dar a graça do ar representando as mulheres que fazem uma música mais regional e aquelas que partiram em busca de reconhecimento fora do Brasil, por nunca terem deixado de amar e exibir esta pátria – nem sempre justa com seus mais caros artistas –, terão como representante a fabulosa Tânia Maria.
Muitas dessas mulheres têm homens como parceiros, o que prova que o espetáculo está longe de ser uma proposta feminista e o público masculino é extremamente bem-vindo. E, querendo ou não, a nação de machos, feministas, femininas, femininos e masculinas está nas mãos de unhas pintadas de uma forte mulher.
A Direção Musical de Cesar Machado conta com um time de músicos de primeira linha:
Adriano Giffoni – Baixo; Cesar Machado – Bateria; Misael da Hora – Piano e Tuca Alves –
Guitarra e Violão
Direção Geral de Fátima Regina e Antonio Carlosouza.



Nenhum comentário:

Postar um comentário