cmrmc

cmrmc

domingo, 22 de abril de 2012

Rio Clássicos


Quarteto Rio de Janeiro
Dia 26/4 - Quinta-feira - 19h30

Quarteto de cordas formado por Felipe Prazeres (primeiro violino), Gustavo Meneses (segundo violino), Ivan Zandonade (viola) e Marcus Ribeiro (violoncelo), toca composições de Villa-Lobos e Alberto Nepomuceno.

Grupo criado em 1994, o quarteto conta com Felipe Prazeres, Gustavo Menezes e Ricardo Menezes, alternando-se, (violinos); Ivan Zandonade (viola) e Marcus Ribeiro (violoncelo). O Quarteto Rio de Janeiro é residente da Oficina de Música Cinves e participa ativamente do cenário musical camerístico, levando a todo país seu talento e gosto de tocar. As obras abrangem do período Barroco até o Contemporâneo, com destaque à música brasileira e repertório variado e versátil.
Felipe Prazeres - spalla da Orquestra Petrobras Sinfônica (mais no perfil dele logo acima).
Gustavo Menezes - concertino da Orquestra Petrobras Sinfônica e violinista da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal. Iniciou seus estudos musicais com o pai, tendo estudado com João Daltro de Almeida, Bernardo Bessler e Paulo Bosísio, entre outros. Integrou as principais orquestras sinfônicas e de câmara do Rio de Janeiro. Foi spalla da Orquestra de Câmara da Uni-Rio, da Camerata Gama Filho e da Camerata de Santa Tereza.

Ricardo Menezes - violinista, iniciou seus estudos com o pai, o trompista João Meneses, tendo aulas de violino com Michel Bessler. Tocou na Orquestra Sinfônica Jovem do Teatro Municipal, sob regência de David Machado e cursou a graduação na Escola Superior de Música de Karlshuhe, na Alemanha. Foi professor de violino da Escola de Música para Jovens em Remchingen e integrante da Orquestra de Câmara de Heidelberg, realizando tournées pela França, Alemanha, Áustria, Suíça e Espanha.
Ivan Zandonade - líder do naipe das violas da Orquestra Petrobras Sinfônica. Ivan iniciou seus estudos em Vitória, no Espírito Santo. No Rio de Janeiro concluiu bacharelado na Uni-Rio, na classe do professor Marco Antônio Lavigne. Foi bolsista da Fundação Vitae para curso de aperfeiçoamento musical com o professor Paulo Bosísio.

Marcus Ribeiro - violoncelista, Marcus Ribeiro se formou na Escola de Música da UFRJ e na Uni-Rio, aperfeiçoando-se em seguida no Conservatório da Basiléia, na Suíça. O músico é solista da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e o primeiro violoncelista da Orquestra Sinfônica Jovem do MERCOSUL. Já participou de importantes festivais internacionais de música, como os de Brasília e Curitiba, no Brasil, o de Siena, na Itália, Graz, na Áustria e Zilina, na Eslováquia.áquia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário