cmrmc

cmrmc

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Programação Centro da Música Carioca - Dezembro / 2015

Centro da Música Carioca

Clássicos Domingos_________________________
Dia 20/12 – domingo – 11h – Onze Cordas (violão tenor e violão sete cordas)
Ingresso: R$ 1,00
Show de pré-lançamento do CD Onze Cordas, formado por composições inéditas dos instrumentistas Abel Luiz e Rafael Mallmith e de compositores e instrumentistas consagrados da música instrumental brasileira, utilizando dois instrumentos tipicamente brasileiros: o violão tenor e o violão de sete cordas.
O repertório é composto por onze músicas que resultam das experiências e da atuação profissional dos compositores no universo musical das Rodas de Choro do Rio de Janeiro, assim como da Música Regional Brasileira.

Domingo das crianças_________________________
Dia 20/12 – domingo – 16h –  Marco Aurêh apresenta Barquinho de Papel
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O repertório reúne uma seleção de músicas que foram lançadas nos quatro últimos CDs infantis produzidos pelo artista, além de cantigas folclóricas. A água – do rio e do mar – é o tema básico dessa apresentação musical interativa. O conteúdo é carregado de poesia, lirismo e ação dramática. Marco, que além de cantar, toca flauta, violão, gaita e bandolim, se apresenta ao lado do percussionista Dino Fernandes.
_____________________________________________

Projeto EGEM (Encontro Geral Musical)
É uma iniciativa que nasceu a partir de dois debates realizados no programa "Maestros MPB” da Radio MEC apresentado por Jaime Alem, com a participação de Gilson Peranzzetta, Itamar Assiére, Jessé Sadoc, Marcelo Martins e Felipe Radicetti, onde alguns temas foram debatidos, entre eles: a música como entretenimento e a música para se ouvir, a reconquista do público para o que se convencionou chamar de MPB e a opção da mídia convencional pela música massificada. Ao final destes debates foi feito um apelo à mobilização de músicos instrumentistas, cantores e compositores em prol de projetos coletivos para sacudir da imobilidade do segmento da música popular.

Dia 16/12 – quarta-feira – 19h30 – Claudio Nucci & Dri Gonçalves e Marcos Ariel
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O trabalho de Claudio Nucci, que tem uma brasilidade diversa e é ligado à memória e à intuição, traz isso como marca e mistura alguns ingredientes ligados à sua história, para sensibilizar o público com sua musicalidade simples e elegante. Dri Gonçalves canta com ele desde 2005 e participou de shows e de alguns trabalhos em CD "Noel, Nelson & Nucci", em homenagem a Noel Rosa e Nelson Cavaquinho e "Claudio Nucci Revisita Caymmi", em homenagem ao mestre baiano. Seu timbre empresta um grave suave aos uníssonos das melodias, bem como em alguns vocais.
Marcos Ariel, pianista, flautista e compositor, têm vinte e cinco anos de carreira e dezenove trabalhos fonográficos. Suas composições desde cedo atravessaram fronteiras e seu primeiro LP, Bambu, foi lançado na França em 1986 e recebeu, em 1983, o troféu Chiquinha Gonzaga. Em seguida, o disco Terra do Índio lançado nos Estados Unidos foi eleito pala revista Jazziz como um dos melhores lançamentos do Jazz no EUA e no Brasil recebeu o troféu Brahma Extra de Música com o prêmio revelação instrumental.
No repertório: Encontros e Despedidas, Roda Viva, No Cordão da Saideira, O Meu Amor Sempre Sobra, Empregada Completa, O Devaneio do Seu Julio, A Resposta da Rosa, Velho Companheiro, Quem Tem a Viola, Da Cor de Algodão, Maracangalha, Toada, Diana, Sapato Velho, Ponteio da Manhã, Conversa com os Anjos, Valsa da Alice, Choro Voador e Assim eu Choro.
____________________________________________________

Dia 17/12 – quinta-feira – 19h30 – Cine Em Canto (Grupo Lindos da Potcha) apresenta Músicas do Cinema Infantil
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Músicas queridas de adultos e crianças compõem um show divertido e emocionante que homenageia o cinema infantil e suas trilhas sonoras. Uma produção que pretende agradar crianças e adultos, o grupo apresenta canções de alguns clássicos como Mulan, O Rei Leão, Aladim e A Pequena Sereia, relembra também o saudoso Saltimbancos Trapalhões, sem deixar de lado a mais nova paixão entre os musicais infantis – Frozen.
Na formação do grupo de jovens, entram piano, teclado, guitarra, violão, percussão e canto, que se revezam em arranjos que se aproximam das interpretações originais e outros em versões divertidas e atuais.

Dia 18/12 – sexta-feira – 19h30 –  No Olho da Rua
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Além de composições próprias, o quinteto instrumental que comemora seus 18 anos de carreira apresenta repaginações de clássicos da bossa e do jazz brasileiro, passando por grandes compositores, como Villa-Lobos, Ary Barroso, Pixinguinha, Tom Jobim, entre outros.

Dia 19/12 – sábado – 19h30 – Rildo Hora e Patrícia Hora
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O maestro Rildo Hora retoma a verve de cantor no show do seu novo disco “Eu e Minha Filha”. Rildo jamais dividiria um disco com Patrícia só pelo fato de ela ser sua filha. O interesse dela pela música começou com o violino, instrumento que aprendeu em criança, quando foi aluna de feras como o maestro Guerra Peixe, Michel e Bernardo Bessler. A primeira gravação como cantora foi aos 14 anos, quando integrou o coro de “Menino brasileiro”, no disco que D. Ivone Lara lançou em 1984. Desde então, fez backing—foi “corista” como ela prefere — para muitos artistas do samba, sendo Martinho o mais freqüente. Com ele ganhou cancha de palco ao acompanhá-lo em diferentes turnês – o que a levou aos palcos do consagrado Olympia, de Paris, e dos Coliseus de Portugal. Foi num disco do bamba, aliás, que ela encarou sua primeira faixa solo. É dela a voz ouvida em “Três apitos”, no disco “Poeta da cidade”, em que Martinho homenageia Noel Rosa. No repertório: Verdade (Rildo Hora/Carlos Drummond de Andrade), Visgo de jaca (Rildo Hora/Sérgio Cabral), Anda, sai dessa cama (Rildo Hora/Martinho da Vila), Coração apaixonado (Rildo Hora/Dona Ivone Lara), Gotas de sal (Rildo Hora/Zélia Duncan), Canção de amor dos Beatles (Rildo Hora/Ronaldo Bastos), Perfume e flor (Rildo Hora/Luciana Cardoso), O beijo que te dei (Rildo Hora/Lysias Enio), entre outras canções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário