cmrmc

cmrmc

segunda-feira, 7 de março de 2016

Programação Centro da Música Carioca - Março 2016

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca
(21) 3238-3831

Exposição _______________________________
Nada acabará, nada ainda começou – Raul Leal (terça-feira a domingo – 10h as 18h)
GRATUITO
O artista utiliza na exposição material ligado a eventos ocorridos no Palácio do Catete e no país, relacionados à música. Tendo a figura de Nair de Teffé como fio condutor. Apesar de patrimônio imaterial, o legado musical brasileiro também está sujeito a processos de construção e destruição. Traçando paralelos entre esses eventos, criando atritos e conexões. A mostra não pretende exibir respostas, mas sim criar perguntas e questionamentos.
Serão apresentados trabalhos em pintura, texto e vídeo formando uma instalação que ocupará todo o espaço da galeria do Centro Cultural.

Oficina__________________________________
Dia 15/03 a 3/05 – terças – das 14h as 16h – Oficina de Arranjo Vocal com Maurício Detoni
GRATUITO
Informações: (21) 3238-3831
Maurício Detoni – Cantor, compositor e arranjador vocal, natural de Cuiabá – MT, Maurício Detoni é graduado em Música Popular Brasileira pela UNIRIO. Radicado no Rio de Janeiro desde 1999 trabalhou como regente e diretor artístico de grupos corais como de Furnas, do Liceu Franco Brasileiro e o da Unirio. Foi por 8 anos cantor do grupo Garganta Profunda, com o qual gravou os CDs Cantando a História (2005) e Quando a Esquina Bifurca (2007) lançado em 2008.
Professor de canto, trabalhou como preparador vocal, ator e arranjador nos espetáculos A Traviata, dirigida por Augusto Boal. Participou como ator e cantor da turnê do musical Tom e Vinícius, dirigido por Daniel Herz e Josimar Carneiro. Trabalhou como preparador e arranjador vocal em musicais como A Viagem de Clarinha e A Bruxinha que era Boa, dirigida por Cacá Mourthé, As Mimosas da Praça Tiradentes, de Gustavo Gasparani e Eduardo Rieche, Samba Futebol Clube e SAMBRA, de Gustavo Gasparani.

Domingo das crianças__________________________
Dia 13/03 – domingo – 16h – Ivone e Chay Torres apresentam Catucando História pra Cantar
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Ivone e Chay contam e cantam histórias incorporando temas variados: meio ambiente, ação social, família, folclore e mitos. Personagens ganham vida através da fusão das várias linguagens literárias e musicais. Show interativo em que a criança é conduzida a trabalhar através da imaginação, o canto, movimentos, sons corporais e instrumentais.

Dia 20/03 – domingo – 16h – Companhia Mimos apresenta Passarinhando
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
espetáculo é uma coletânea de brinquedos cantados, músicas e histórias populares sobre pássaros. Brincando com ritmos, gestos e movimentos, a plateia participa ativamente deste resgate folclórico das cantigas de brincar. As canções são de domínio público, recolhidas da memória e do cancioneiro popular de várias regiões do Brasil. Entremeando as brincadeiras cantadas, histórias folclóricas sobre pássaros, representadas com mímica e teatralidade, vão costurando o enredo, de forma poética, lúdica e divertida.

Dia 27/03 – domingo – 16h – Costurando Histórias apresenta Retalhos de Arrepiar 2: O Baile
GRATUITO
Inspirado no conto de Fabio Sombra, ao som da viola caipira, criaturas arrepiantes e misteriosas bailam livres em algum lugar do imaginário popular. Em noites de lua cheia, reuniões acontecem na mata e nos tapetes tridimensionais do Costurando Histórias. 
___________________________________________________

Dias 8/03, 15/03, 22/03 e 29/03 – terças – 19h30 – 1ª Mostra Estúdio Carioca
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
A 1ª Mostra Estúdio Carioca tem como objetivo apresentar os trabalhos realizados dentro do projeto Estúdio Carioca em 2015. A finalidade deste evento é promover o acesso aos músicos da cidade do Rio de Janeiro que necessitam de registro de seu trabalho musical.
Serão 10 edições com 5 artistas ou bandas que se revezarão no palco do Centro da Música Carioca, de janeiro a abril de 2016.

Dia 9/03 – quarta-feira – 19h30 – Rock S/A apresenta Electric Madness ZYZ
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Electric Madness Integrada por Anabella Esteves (vocal), João Mugrabi (baixo), Steffano Pereira (bateria) e Victoria Vecchi (guitarra), o grupo aposta na interação e troca de energia com o público em seus shows. Com suas principais influencias no Rock n’ Roll e Punk Rock, a banda vem trabalhando o seu primeiro EP.
ZYZ – Apostando no homemade, o objetivo da banda, formada no final de 2014, é continuar as gravações de seus ensaios, principalmente com músicas próprias. Integrantes: Bela (Fundadora da banda, baixo), Clara (bateria)PC (guitarra), Tiano (vocal) e Will (teclados).

Dia 10/03 – quinta-feira – 19h30 – Fernanda Cunha
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Fernanda Cunha (voz), Camilla Dias (piano), Zé Carlos (violão e guitarra), Jorjão Carvalho (baixo) e Helbe Machado (bateria). Participação especial de Cristóvão Bastos.
Show de lançamento do seu sexto CD, no repertório músicas inéditas e de autores como Carlinhos Vergueiro, Antonio Adolfo, Cristóvão Bastos e Daniel Gonzaga.

Dia 11/03 – sexta-feira – 19h30 – Circuito Saideira Musical – Adriana Sanchez apresenta Salve Lua - Tributo a Luiz Gonzaga
Ingresso: inteira R$ 1,00
Adriana Sanchez (voz e sanfona) e Bosco Fonseca (baixo e voz)
A artista fará releituras dos clássicos do Rei do Baião, trazendo suas influências e personalidade. O trabalho, que consiste no lançamento de um CD e de um DVD, contará com uma turnê que viajará pelo Brasil, Europa, Argentina e Estados Unidos, com perspectiva de chegar ao Japão. No repertório Asa BrancaAssum PretoJuazeiroOvo de CodornaCintura FinaBaiãoOlha Pro CéuÚltimo Pau de AraraQue Nem JilóMatulão, entre outras canções. Uma seleção difícil, já que Luiz Gonzaga compôs mais de 600 músicas e muitas são grandes sucessos.

Dia 12/03 – sábado – 19h30 – Circuito Saideira Musical – Chico, Chico e Júlia Vargas
Ingresso: inteira R$ 1,00
Chico Chico (percussão, violão e voz), Júlia Vargas (percussão e voz) e Rodrigo Garcia (violão).
Os artistas dividem o palco num encontro especial com mistura de gêneros musicais. O show é conduzido pela direção musical e as cordas do violonista Rodrigo Garcia, com interpretações em trio, duo e solo. No repertório, canções dos mais variados territórios: a obra agreste de Cátia de França, Claos Mózi, compositor da nova geração, as canções atemporais de Milton Nascimento, e ainda Miriam Makeba (no dialeto Xhosa da África do Sul), Chico Chico apresenta e interpreta ainda músicas de Luis Melodia, Marcos Padilha e outros compositores da nova geração.

Dia 16/03 – quarta-feira – 19h30 – Eduardo Canto em Palavra de Mulher
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Em homenagem às mulheres, Eduardapresentcanções como Eu Sei Que Vou Te AmarEu sei Que Vou Te AmarNegueOuça, entre outras.

Dia 17/03 – quinta-feira – 19h30 – Socorro Lira
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Em 15 anos de carreira independente a artista e compositora lançou dez CDs, um DVD e um EP. Seu mais recente trabalho musical é o CD e DVD Amazônia Entre Águas e DesertosVencedora do 23º Prêmio da Música Brasileira, faz espetáculo intimista e com repertório próprio, acompanhando-se ao violão. O show contará com a participação especial de Numa Ciro.
Dia 18/03 – sexta-feira – 19h30 – Circuito Saideira Musical – Joyce Cândido " O bom e velho samba novo"
Ingresso: inteira R$ 1,00
A cantora reúne em seu repertório músicas inéditas de compositores como Luis Carlos da Vila, Cláudio Jorge, Ana Costa, Alceu Maia, Fred Camacho, músicas autorais e parcerias com Roberto Pontes e Guilherme Sá, além de sambas clássicos de Adoniran Barbosa, Noel Rosa, Cartola e Chico Buarque, entre tantos outros. " O bom e velho samba novo" é a mescla do nosso samba de raíz, clássico, com as novas composições, novos compositores. Joyce também é pianista e faz uma intervenção assumindo o piano durante o show, enquanto o pianista Misael da Hora assume a escaleta.

Dia 19/03 – sábado – 19h30 – Circuito Saideira Musical – Udi Fagundes “Cabeça de GPS”
Ingresso: inteira R$ 1,00
No espetáculo músicas autorais de seu CD que também dá nome ao show, incluindo os destaques Zé Povo, Cabeça de GPS e Máquina. O cantor também faz uma linda referência ao samba, o mais expressivo gênero da música brasileira, além de releituras de músicas de artistas singulares como Nei Lisboa e Mano Chao. Udi experimenta novos timbres, com levadas de samba, afrobeat, reggae, funk e drum and bass. Utilizando as experiências que teve em suas andanças pelo mundo com a banda A GERAL e Gabriel O Pensador.

Dia 23/03 – quarta-feira – 19h30 – Rock S/A apresenta Brvto Amor e Drenna Rock
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Brvto Amor – a banda formada em 2011 no rio de janeiro com influências do hard rock britânico, do brock brasileiro dos anos 80 e da cena thrash metal americana, Brvto Amor fala de temas atuais com distorção e melodia.
Drenna Rock – conhecidos na cena desde 2009, a banda iniciou seu percurso no bairro de Olaria, Rio de Janeiro. Com a proposta de unir rock, performance e paixão. Passaram por casas renomadas como Circo Voador, Teatro Rival, Imperator, Teatro Odisséia, entre outras. Já dividiram palco com bandas e artistas consagrados como Paramore, King of Leon, Pitty, Frejat, MGMT, Andy Mckee.

Dia 24/03 – quinta-feira – 19h30 – Irinéa Maria Ribeiro em Lições de Vida
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Comemorando seus 55 anos de composição, incentivada por seu produtor Sidney Mattos e sua filha Luanda Jones, Irinéia grava seu primeiro CD. Com 16 músicas, parcerias diversas, e uma seleção cuidadosa de músicos especiais do cenário da moderna música popular brasileira, construiu cada canção, passeando pelos diversos ritmos de nossa música. A canção título do CD “Lições de Vida” traz seu mestre, Roberto Menescal ao violão. Mas também tem Kiko Continentino, Itamar Assiere, Antonio Adolfo, Fernando Merlino, Rômulo Gomes, Marcio Iacovo, Max Dias, Jorge Roberto Martins, Rodrigo Villa, Val de Souza, Guido Sabença, Sidney Mattos, Carlito Gepe, Sonia Barros, Lucia Schocair, Mauro Guerra, Guilherme Brício, Helly Werneck, entre outros.

Dia 25/03 – sexta-feira – 19h30 – Circuito Saideira Musical – Claudia Telles “Sambas e Bossas”
Ingresso: inteira R$ 1,00
Claudia Telles (voz) e Marcelo Lessa (violão)
Com 35 anos de carreira e lançando seu 11º disco, a cantora faz valer sua herança musical. Filha de Sylvinha Telles, Cláudia mostra que carrega a bossa no sangue. Em seu novo álbum, “Quem sabe você”, Claudia relembra canções interpretadas pela mãe, como “Não quero ver você triste (Roberto Carlos/Erasmo Carlos/ Mário Telles tio de Claudia) e ainda uma inédita, assinada por Roberto Menescal e Abel Silva. A cantora vai relembrar também seus antigos sucessos “Fim de tarde” e “Eu preciso te esquecer”, que lhe proporcionaram disco de outro com mais de 500 mil cópias vendidas em todo o Brasil, e vai relembrar clássicos de Nelson Cavaquinho, por conta do Centenário do compositor, ao interpretar “Folhas secas” e “Quando eu me chamar saudade”.

Dia 26/03 – sábado – 19h30 – Circuito Saideira Musical – Benjão “Hardcore Nêgo Duo”
Ingresso: inteira R$ 1,00
Benjão (violão e voz) e Martin Scian (teclados)
No repertório músicas do primeiro disco solo de Gustavo Benjão, chamado "Hardcore Nêgo", em um formato mais intimista, que mistura o acústico ao eletrônico de forma sutil porém dançante. O show tenta trazer as músicas para um universo mais sintético e ao mesmo tempo dando enfoque ao violão, que é a base de todas as músicas do disco. Inédito ainda, o espetáculo "Benjão – Hardcore Nêgo Duo" promete levar o público pra um universo de experimentações e misturas de gêneros musicais.

Dia 30/03 – quarta-feira – 19h30 – Eduardo Canto em Exaltação à Mulher Brasileira
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Encerrando o mês dedicado às mulheres, Eduardo Canto apresenta um roteiro com samba e músicas como Mulher Brasileira, de Benito Di Paula e Mulheres, de Martinho da Vila.

Dia 31/03 – quinta-feira – 19h30 – Clara Gurjão
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Clara entrou em contato desde cedo com o repertório de grandes compositores e intérpretes da música brasileira. Também bebeu na fonte do jazz, da soul music, e do pop norte-americano. Mais recentemente se apaixonou pela música cubana e passou uma temporada em Havana, estudando os ritmos populares afro-cubanos. Atualmente a cantora está em processo de gravação de seu primeiro álbum, no repertório dez canções autorais e duas releituras: Muito, de Caetano Veloso e o bolero Como Fué, de Ernesto Duarte Brito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário