cmrmc

cmrmc

terça-feira, 28 de junho de 2016

Programação Centro da Música Carioca - Julho 2016

Rua Conde de Bonfim, 824 - Tijuca
(21) 3238-3831

Tardes de Rock______________________________
Dia 2/07 – sábado – 16h – Anceps e Álister
Ingresso: R$ 1,00
Anceps – Michel Lima (Vocal/Guitarra), Alan Rodrigues (Guitarra), Filipi Kamui (Baixo), Gabriel Alves (Bateria). Criada em 2008, antes conhecida como Aneurysm, era um Tributo ao Nirvana que ficou muito conhecida nos points de rock undergrounds do Rio de Janeiro. A banda apresenta um trabalho totalmente autoral, com uma pegada de Grunge Alternativo e letras voltadas para o cotidiano da sociedade.
Álister – um tributo ao Cisteína, banda do fim dos anos 90 da Tijuca. Trio grunge que busca na arte, a expressão para suas canções.

Dia 9/07 – sábado – 16h – El Toco e Balba
Ingresso: R$ 1,00
El Toco – Daniel Toco (voz), Walter Primo Demiti (guitarras, baixos e teclado), Jefferson Lima (percussão), Vinicius Lima (bateria), Thiago Assis (flauta barroca).
Uma mistura entre a ousadia rock ‘n’ roll e a suavidade da MPB. É o Rock Popular Brasileiro, ou RPB, estilo classificado por Daniel Toco em seu novo projeto, intitulado UNO. Com letras próprias, sonoridade única e canções que se dividem naturalmente em dois lados, o questionador e o contemplador, o CD mistura tribos e sons.
Balba – No repertório rock clássico e pop rock.

Dia 16/07 – sábado – 16h – Zyz e Flores pra Ramona
Ingresso: R$ 1,00
Zyz – Bela (baixo), Clara (bateria), PC (guitarra), Tiano (voz), e Will (teclado). Sua formação foi em 2014, no repertório a banda apresenta rock alternativo.
Flores pra Ramona – No repertório indie rock e electro pop.

Dia 23/07 – sábado – 16h – SeteK
Ingresso: R$ 1,00
Na ativa desde 2006, ela se formou após o fim da banda Insana. Desde então, realizaram diversos shows no RJ e algumas apresentações em SP e MG. Muitos desses shows estão disponíveis no Youtube com o nome Sethica, alterado em 2008 para 7K. Com a entrada de Thiago Pires (Frodo) como segundo guitarrista e Xandre Passos como baterista, a SeteK entrou em estúdio e decidiu lançar suas músicas como single's.

Dia 30/07 – sábado – 16h – Purano e Venus Café
Ingresso: R$ 1,00
Purano – Bruno Corrêa (vocal), Rodrigo Tardin (guitarra), Fábio Calasans (guitarra), Vitor Neves (baixo) e Bruno Bordallo (bateria). Com influências que vão do rock clássico ao grunge, passando pelo progressivo e pelo metal, a Purano Rock (conhecida por seu pioneiro trabalho como tributo Pearl Jam) apresenta seu novo trabalho autoral. Com letras fortes e questionativas, o quinteto carioca vem ganhando seu espaço na cena independente carioca.
Venus Caféno repertório o bom rock clássico. Com palhaçadas ultrajantes que incluem um figurino roubado do guarda-roupa de Steven Tyler, pulos e trejeitos emprestados de David Lee Roth e uma voz estridente apanhada do próprio Freddie Mercury, o vocalista Manja Master tem liderado o quarteto que vem há anos batalhando no circuito alternativo carioca.

Clássicos Domingos_____________________________
Dia 3/07 – domingo – 11h – Lucas Félix apresenta Meditación (violão)
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O concerto “Meditación” apresenta a biografia e obra do compositor espanhol Carlos Garcia Tolsa, mostrando sua influencia sobre os pioneiros do violão brasileiro e seu legado para o universo musical.

Dia 10/07 – domingo – 11h – Coletivo Batata-Quente
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Aline Castro (mezzo-soprano), Rodrigo Ramos (violino), Larissa Torres (violino), Jonatas Silva (violoncelo), Ronaldo Campos (contrabaixo), Christian Dias (guitarra), Lucas Cassano (piano e regência), Pedro Garcia (piano e flauta doce), Henrique Machado (regência e clarinete).
Criado recentemente com o intuito de experimentar peças de compositores da Unirio, vem trabalhando com diversos estilos – desde o clássico ao contemporâneo. No repertório composições inéditas de: Lucas Cassano, Pedro Garcia, Aline Castro e Henrique Machado

Dia 17/07 – domingo – 11h – Duo Fantini (viola e piano)
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O objetivo do concerto é traçar um panorama da produção musical para viola e piano feito ao longo da história do Rio de Janeiro feita por compositores cariocas.

Dia 24/07 – domingo – 11h – Noeli Mello e Ramon Theobald (voz e piano)
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Noeli Mello é formada pela UFRJ e integrante efetiva do Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Como solista tem se apresentado nas principais salas de concerto, no Brasil e exterior, realizando Música de Câmara e Ópera. Dentre os papeis realizados, se destacam Cenerentola, Mercedes, Adalgisa, Leonora e Rosina.
Ramon Theobald é bacharel em piano pela Escola de Música da UFRJ na classe do professor Luiz Senise estudou na Hochschule Für Musik Karlsruhe durante dois semestres na classe do professor Michael Uhde. Deu recitais em diversas cidades brasileiras, além de Itália e Alemanha. Em masterclasses, teve aulas com os principais nomes do cenário pianístico, como Eduardo Monteiro, Luiz de Moura Castro, Fany Solter e Fábio Luz.

Dia 31/07 – domingo – 11h – Henrique Garcia (cavaco, violões e pandeiro)
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Lançamento do seu primeiro CD solo,Choros e Prelúdios para Cavaquinho Solo.Trabalho que sintetiza um pouco do seu universo musical de quase vinte anos, com repertório autoral.

Domingo das crianças__________________________
Dia 3/07 – domingo – 16h – Parampampam apresenta Olha Que Eu Viro Bicho!
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
O Parampampam é um grupo de música para crianças, formado por arte-educadores e músicos, que trabalha um repertório autoral, valorizando a arte e a cultura das infâncias, com muita diversão. O espetáculo explora o universo dos bichos, que povoa o imaginário infantil, despertando curiosidade, interesse e afeto nas crianças. O grupo convida as crianças de todas as idades para uma viagem ao imaginário infantil, com muita música, brincadeira, fantasia e diversão.

Dia 10/07 – domingo – 16h – Casa de Curió
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Espetáculo autoral que mistura as linguagens de maior sucesso, com a milenar arte de contar histórias. O grupo, integrado por quatro artistas, pesquisadores, educadores e pais, vem se tornando uma referência na formação de plateia para o teatro e de leitores, além de trabalhar com musicalização e ferramentas para a alfabetização. Quatro vozes, violão, guitarra, baixo, cavaquinho, ambientações sonoras computadorizadas e muitos instrumentos construídos na hora dão o tom de uma divertida viagem no tempo que sai do livro e volta para o livro.

Dia 17/07 – domingo – 16h – Cagério apresenta No Tom das Olimpíadas
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Cagério canta a história, filosofia e símbolos olímpicos desde os jogos da era antiga, até as Olimpíadas da nova era. As crianças se afinam No Tom Das Olimpíadas cantando e brincando com os temas abordados, mostrando que, como disse o Barão de Cobertin, que o importante não é vencer.

Dia 24/07 – domingo – 16h – Brincando de Papel
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Um show musical super interativo com as músicas da dupla Brincando de Papel, onde as crianças participam ativamente de brincadeiras musicais, interagindo com bonecos, caixa sensorial, elementos surpresa, batucando e dançando.

Dia 31/07 – domingo – 16h – Marcelo Serralva e Fabbio Campello apresentam Encontrinho
Ingresso: inteira R$ 20,00 / meia: R$ 10,00
Um encontro musical entre dois compositores com longa estrada dedicada ao público infantil, onde suas canções vão se misturar em novos arranjos, novas brincadeiras, com uma temática bem variada. O show promete muita poesia, dança e surpresas inusitadas com instrumentos musicais feitos a partir de material reciclado. No repertório, muito da trajetória dos dois artistas, no universo da educação e cultura.


Dia 1/07sexta-feira – 19h30 – Voz Negra em Três Gerações
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Uma celebração inédita reunindo cantoras negras da música carioca que marcaram as três últimas gerações: Áurea Martins, Luíza Dionízio e Marina Íris. No espetáculo o repertório será voltado à africanidade da MPB. Visando à conscientização contra o preconceito, o Projeto prevê ainda palestras arte educativas sobre as influências africanas em nossa música.

Dia 2/07sábado19h30Voz Negra em Três Gerações
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Uma celebração inédita reunindo cantoras negras da música carioca que marcaram as três últimas gerações: Áurea Martins, Luíza Dionízio e Marina Íris. No espetáculo o repertório será voltado à africanidade da MPB. Visando à conscientização contra o preconceito, o Projeto prevê ainda palestras arte educativas sobre as influências africanas em nossa música.

Sonora Ciclo Internacional de Compositoras___________
O projeto Sonora surgiu da hashtag #mulherescriando, um movimento para que mulheres compartilhassem vídeos na internet com performances de suas próprias composições. Essa foi uma iniciativa da musicista Deh Mussulini para romper o imaginário de que existem poucas compositoras. Com grande repercussão do movimento, a compositora Larissa Baq puxou a ideia de se fazer um festival com outras compositoras, que hoje intitulamos “SonoraCiclo Internacional de Compositoras”. O ensejo do festival é dar visibilidade, promover e legitimar a presença da mulher compositora. São muitas as compositoras que cantam, tocam e arranjam suas próprias canções.

Dia 5/07terça-feira – 19h30Diana Nascimento e Paloma Roriz
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Diana Nascimento é compositora, instrumentista e educadora musical. Nascida e criada no Rio de Janeiro, o samba e o choro tem forte presença em suas composições onde podemos encontrar também alguma influência de ritmos nordestinos como frevo, baião, maracatu. Diana possui parcerias com consagrados músicos e compositores como Abel Luíz, Domingos Oliveira, Toni Vargas, Maitê Correia e Roberta Espinosa e teve suas canções interpretadas por nomes como Mariana Bernardes, Roberta Espinosa, Karla da Silva, Gabriela Buarque, Lili Araújo, Elisa Addor, Ilessi, Luciano Macedo.
Paloma Roriz nasceu em Fortaleza, em 1979. Compositora e escritora, seu trajeto é pontuado pelo hibridismo entre literatura e música. Formada em Letras pela PUC-Rio, recebeu, iniciando seu percurso como compositora, o prêmio de música Rio Jovem Artista pela Prefeitura do Rio de Janeiro/RioArte (2001). Integrando coletivos de música e de poesia, realizou apresentações no CCJF, Beco das Garrafas, Teatro Arte Clara, Teatro Noel Rosa, Finep, Real Gabinete Português de Leitura, Tempo Glauber, Bar Semente, Espaço Sesc.

Dia 6/07quarta-feira – 19h30Carla Capalbo e Luana Dias
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Carla Capalbo é carioca da capital e começou a compor em 1988, estimulada pelo encontro com os poetas Paulo Emílio e Tuca Zamagna, ambos parceiros de Carla, e com a grande compositora e cantora Simone Guimarāes. Dessa amizade nasceram muitas canções. Em 2013, Simone Guimarāes convidou Carla para gravar coro em seu CD “Clarice" (2013), além de dar voz e mundo a uma canção de Carla, "Passarinhada". Nesse mesmo ano, nasceu o coletivo LUA (Livre União de Autoras), formado por Carla Capalbo, Iara Ferreira, Ilessi, Luana Dias e Milena Tibúrcio, grupo de compositoras que se uniram para apresentar suas canções inéditas e difundir a música que vem sendo produzida no Brasil atualmente.
Luana Diasiniciou sua trajetória na música ainda na infância, ao lado de seu pai, o músico e luthier Kleber Dias. Atualmente Luana Dias se apresenta no Shopping Barra Square. É uma das vozes do projeto One Love, tributo a Bob Marley; se apresenta semanalmente no Bar Camisa10, cantando um repertório de sambas de raiz e choros; além de integrar o grupo de cantoras e compositoras LUA (Livre União de Autoras).

Dia 7/07 – quinta-feira – 19h30 – Luiza Sales e Anna Paes
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Luiza SalesCantora, compositora e produtora. Primeira brasileira a tornar-se Mestre em Contemporary Performance pela Berklee College of Music, lançou seu primeiro CD, "Breve Leveza", em 2012 realizando diversos shows no Rio de Janeiro e também em São Paulo e Belo Horizonte. Entre 2013 e 2014, vivendo na Espanha, Luiza se apresentou em Portugal, Espanha e Inglaterra, realizando shows com o repertório do primeiro CD e também composições inéditas que fariam parte em seguida do seu segundo CD solo. Em 2015, lançou o CD "Aventureira". É idealizadora do projeto Meninas do Brasil, que lançou 22 vídeos apresentando o trabalho de 10 mulheres compositoras da cena independente brasileira.
Anna PaesCantora, violonista, compositora e professora, Anna Paes fez sua iniciação musical na Escola de Música de Brasília, e mais tarde na Pró-Arte do Rio de Janeiro. Nos anos 1990 integrou o grupo coral Canto em Canto, regido por Elza Lakschevitz, participando de diversos concertos no Brasil e na Europa. Fez parte da Orquestra de Violões Chiquinha Gonzaga que homenageou a compositora no seu centenário em concertos no Centro Cultural Banco do Brasil e no festival Chorando Alto em São Paulo.
Em 2016 lançou o seu primeiro CD, “Miragem de Inaê” (Biscoito Fino), com músicas autorais em parceria com a cantora e compositora Iara Ferreira.

Dia 8/07sexta-feira – 19h30 – Iara Ferreira e Milena Tibúrcio
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Iara Ferreiracantora, compositora e escritora. Paulista da cidade de Itapira iniciou sua trajetória artística aos doze anos. Aos dezenove anos iniciou sua carreira profissional, em bares e casas noturnas na cidade de Florianópolis. Em 2010 mudou-se para o Rio de Janeiro, para estudar na Escola Portátil de Música. Integrou também neste mesmo ano a escola de percussão Batucadas Brasileiras, como aluna de Sérgio Chiavazzoli, Marçal Filho e Jorge Gomes e onde se apresentou ao lado de Gilberto Gil e Moacyr Luz. Desde então cantou em diversos projetos musicais, participou em 2014 do Especial “Lupcínio Rodrigues – O amor deve ser sagrado” para a TV Brasil, ao lado de artistas consagrados como Ney Matogrosso, João Bosco e Zé Renato. Atualmente tem dois CDs autorias e, é também uma das integrantes do projeto LUA (Livre União de Autoras), ao lado de Ilessi, Milena Tibúrcio, Carla Capalbo e Luana Dias, que se dedica a apresentar as composições destas instrumentistas e cantoras, em espetáculos coletivos.
Milena Tibúrciocompositora, cantora e educadora musical. Nascida em Brasília, começou a estudar música aos 8 anos. Em 2014 formou o grupo LUA. Em 2015, lançou o single Canto de Mãe, um samba em parceria com Vidal Assis. O single deu nome ao novo CD, composto por 10 composições autorais com parceiros diversos e produzido por Rogério Caetano.

Dia 9/07sábado – 19h30 – Aline Gonçalves e Marcela Velon
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Aline GonçalvesFoi integrante e monitora por 5 anos de um dos trabalhos mais importantes de educação musical no Brasil, os Flautistas da Pro Arte.Em 2014 participa do Rio das Ostra Jazz Festival, junto a Carlos Malta e Pife Muderno e em 2015, lança o Suíte Popular, segundo disco da Camerata Brasilis, junto à cantora Teca Calazans, além de dar aulas nas ONGs Rio de Paz e Pequenas Vozes do Carmelo. Em fevereiro de 2016 realizou turnê pelo Chile, apresentando suas composições e arranjos, junto ao Pablo Lecaros quarteto no festival de jazz de Lebu. Dividiu palco com músicos como Hermeto Pascoal e Grupo, Yamandú Costa, Quarteto Jobim, Carlos Aguirre, Aca Seca Trio, Tita Parra, Luiz Brasil, Mauricio Carrilho, Nailor Proveta, Ivan Lins e Egberto Gismonti.
Marcela VelonMestre em Musicologia pela UNIRIO, há dez anos integra o Grupo Água Viva, com o qual gravou os álbuns “Mundo ao Revés” (2012), que contou com a participação de Bibi Ferreira, Itiberê Zwarg e Jonas Correa, e “O Louco” (2016). Com o grupo recebeu o prêmio de melhor performance instrumental no 4º Festival Rádios MEC e NACIONAL em 2013 com "Frevendo Água", de Luciano Camara. Ficou em 4º quarto lugar no Festival de Música de Ilha Grande e Paraty em 2010 com a canção Iara, de sua autoria com parceria de Lucas Dain. Recebeu o Prêmio Tápias de Música em 2007 pela performance em duas composições (“Em todos os sentidos”, de João Bittencourt, e “Marulho”, de sua autoria). Marcela está em fase de gravação de seu primeiro álbum solo, onde aparece como compositora em todas as faixas.

Dia 13/07quarta-feira – 19h30 – Dia Mundial do Rock – Rock S/A apresenta Urgia e Maya
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Urgia – a banda apresenta vários estilos do universo do rock. Dentro do gênero, o grupo explora principalmente elementos do rock clássico, do punk rock e do rock brasileiro dos anos 80, além de flertar com a MPB.
Maya – Gimmy (voz e guitarra), Thiago Alves (drums) e Renan Weignater (bass). A banda apresenta um hard rock pesado e ousado. Sempre apresenta letra ácidas e irônicas, e busca falar com abrangência do universo que temos dentro de nós e do que nos cerca.

Dia 14/07quinta-feira – 19h30 – Contraplano
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Christiano Machado (vocal), Fabio Loved (guitarra), Lacerdes Fernandes (bateria) e Ricardo Infante (baixo).
A banda apresenta canções de arranjos elaborados e com letras inteligentes que podem ser consumidas como crônicas do cotidiano, induzindo o público a fugir dos clichês do pensamento comum ou politicamente correto.

Dia 15/07sexta-feira – 19h30 – Aether
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Grupo de rock progressivo, formado há 21 anos. No show repertório de composições próprias e que têm como base a música erudita, uma forte influência do rock sinfônico.Evento em comemoração ao Dia Internacional do Rock, estilos diferentes do velho e bom rock’n roll.

Dia 16/07sábado – 19h30 – Mojo Society apresenta ZugZwang
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Silvio Mazzei (vocal), Felippão Santos (guitarra), Big Alex (guitarra), Casé Neves (baixo) e Rabicó (bateria).
Completando dez anos de carreira, a banda carioca de Blues Rock Mojo Society chega com seu novo trabalho, celebrando as suas principais paixões: o Rock Setentista e o Blues, tocados de forma peculiar e abrangente. O trabalho tem um total de dez músicas, sendo seis autorais, uma adaptação e dois covers de clássicos do Blues.

Dia 21/07quinta-feira – 19h30 – Neguers apresenta Áspera
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Áspera é o desdobramento que marca o efetivo início da carreira do cantor, reúne quatro composições que norteiam as referências e influência coladas ao longo de mais de vinte anos de relação com a música e as artes, fala sobretudo da paixão pelo cantar e pela canção, o flerte com o soul é evidente. No entanto outros elementos da música brasileira são coadjuvantes de peso.

Dia 22/07sexta-feira – 19h30 – Gean Ramos
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Do Sertão, precisamente de Jatobá, descendente da tribo Pankararu, Gean Ramos apresenta um trabalho diferente, que mistura ritmos e influências. Cantor, compositor e violonista, é uma revelação da música nordestina e da nova geração da música popular brasileira. Músico autodidata, já percorreu os quatro cantos do País levando suas composições com a versatilidade da MPB, ele não esconde suas afinidades com o baião, samba, bossa nova, chorinho.

Dia 23/07sábado – 19h30 – Alexandre Caldi em Mestiçaria
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Compositor, arranjador e instrumentista, Alexandre Caldi é um dos raros representantes do sopro brasileiro a incorporar influências latinas em sua obra de forma requintada e expressiva. Toca os saxofones soprano, alto, tenor e barítono, além da flauta, flautim e pífano. O novo show do artista, intitulado “Mestiçaria” – isto é, uma espécie de feitiço musical originário da mestiçagem do continente – acaba de ser registrado em CD por meio de uma campanha de financiamento coletivo e tem repertório integralmente autoral. No palco, Alexandre tem a companhia de grandes músicos: seu irmão Marcelo Caldi no piano e no acordeon, Zé Luiz Maia no baixo, Bilinho Teixeira no violão e Fábio Luna na bateria.

Dia 27/07quarta-feira – 19h30 – Nós de Cabrália
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
A mistura do Nós de Cabrália tem de sambista a roqueiro, de gaúcho a mineiro, o termo “Nós” remete à união e “Cabrália” é a terra de Cabral, o Brasil e toda sua pluralidade.
No show serão sete compositores, que cantarão e tocarão guitarra, violão, cavaquinho, sanfona, piano, pandeiro e vários instrumentos de percussão, acompanhados por dois músicos que assumem baixo e bateria.

Dia 28/07quinta-feira – 19h30 – Grupo Água Viva apresenta O Louco
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
O Grupo comemora seu aniversário de 10 anos lançando seu segundo CD, O Louco. Formado há dez anos, é um septeto que desenvolve um trabalho musical essencialmente autoral. O grupo já se apresentou em festivais nacionais e internacionais. A sonoridade contemporânea tem base fincada na música brasileira, explorando ritmos como o baião, o maracatu, o frevo e o samba, sobre a qual são adicionadas influências da música latino-americana, do jazz e da música erudita. A maioria de seus integrantes é multi-instrumentista, o que proporciona diversas texturas sonoras e variado colorido de timbres.

Dia 29/07sexta-feira – 19h30 – Marcel Souza apresenta Tempo de Paz
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Cantor, compositor e multi-instrumentista, Marcel iniciou na música aos doze anos, cursou o nível superior no Conservatório Brasileiro de Música e na Escola de Música da UFRJ. No espetáculo, Marcel apresenta um trabalho autoral de reggae com pitadas de MPB. Show de lançamento do EP Tempo de Paz.

Dia 30/07sábado – 19h30 – Augusto Martins e Cláudio Jorge em Ismael Silva: uma escola de Samba
Ingresso: Inteira R$ 20,00 / Meia R$ 10,00
Augusto Martins (voz e pandeiro) e Cláudio Jorge (voz e violão).
Um combo em duo, tabelando num repertório com dezoito composições de Ismael Silva. Que vale um desfile histórico do samba. Entre as pérolas do espetáculo: Antonico” (apenas de Ismael); “Quem não quer sou eu” (com Noel Rosa, Ismael foi o autor do maior número de parcerias com o “Poeta da Vila”: 18 canções); e sua marca no inconsciente coletivo brasileiro; “Se você Jurar” (com Nilton Bastos e aquele que deu voz as suas mais primeiras criações, o “Chico Viola” Francisco Alves).

Nenhum comentário:

Postar um comentário